Featured Posts

quinta-feira, 27 de abril de 2017

A fascinante arte japonesa

O Japão é, sem dúvida um país fascinante! Transita com maestria entre o tradicional e o contemporâneo esbanjando disciplina, ordem e competência.

Conhecido como Terra do Sol Nascente, devido a sua localização no extremo leste da Ásia, destaca-se na cultura e tecnologia, sendo considerado um dos países mais inovadores e a terceira economia do mundo.

A cultura japonesa recebeu a influência de vários países ao longo de sua história, que culminaram em um estilo único evidenciado nas artes, tradições, culinária e músicas.

Sua arte, marcada pela pluralidade, inclui Shodo, Manga, Origami, Amigurumi, Temari, a recente Arte no Arrozal, entre muitas outras.

Um importante ícone artístico da "Terra do Sol Nascente", são as porcelanas japonesas, que tiveram grande influência de outros países orientais. Conta-se que durante a invasão na Coréia, no final do século XVI, o chefe feudal Nabeshima forçou o mestre coreano Ri Sampei e seu grupo de ceramistas a ir ao Japão exercer sua arte. Esse fato propiciou a produção de belas peças, como este maravilhoso jogo de chá.

<< Compre aqui >>       





A louça Satsuma também é fruto das invasões japonesas na Coréia. Com peças feitas em barro, tem como uma de suas principais características a rica policromia enriquecida com contornos em dourado. Observe a riqueza de detalhes neste medalhão pintado à mão.

<< Compre aqui >>

Outro destaque nas artes japonesas são as esculturas em mármore, valorizadas pela sua matéria-prima, que é considerada um material perene. Essa maravilhosa arte pode ser contemplada na riqueza de detalhes deste belíssimo vaso oriental.

<< Compre aqui >>

A produção de vidro no Japão iniciou-se em 1676. Porém, somente na era Showa as obras artesanais em vidro ganharam importância e respeito. Sua produção continua até os dias atuais, com peças igualmente encantadoras, como este vaso trabalhado em gomos prensados.

<< Compre aqui >>

Se você deseja conhecer um pouco mais sobre obras de origem japonesa, faça-nos uma visita. 
Teremos imenso prazer em apresentar-lhes objetos deste fascinante país!




 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Abraham Palatnik - A Reinvenção da Pintura


“Abraham Palatnik - A Reinvenção da Pintura” é uma exposição que traz a retrospectiva da trajetória do artista Abraham Palatnik, considerado um dos pioneiros da Arte Cinética no mundo. A mostra, que já passou por Brasília, Curitiba, Porto Alegre e São Paulo, estará no Rio até o dia 24 de abril.

Nascido em 1928 em Natal - RN, Palatnik mudou-se com a família para Tel-Aviv (então Palestina) onde estudou mecânica de motores de explosão, pintura, desenho e história da arte. Aos 20 anos quando retorna ao Brasil, o artista se instala no Rio de janeiro.
Na então capital federal, convive com artistas como Ivan Serpa, Renina Katz e Almir Mavignier. E, conhece as obras dos internos do Hospital Psiquiátrico Pedro II no bairro Engenho de Dentro, fato impactante que mudaria sua carreira, desafiando seu conceito de arte. A exposição conta com obras de 2 internos deste hospital.
A partir desse momento, Palatnik inicia sua trajetória com obras dotadas de vida própria, que  integram movimento, cor e luz. Suas primeiras grandes invenções são os chamados Aparelhos Cinecromáticos” que consistiam em caixas de telas com lâmpadas que se movimentam por mecanismos acionados por motores.



Na intenção de aproximar sua arte das pessoas, em 1954 Palatnik cria com o irmão uma fábrica de móveis, que produzia  vários tipos de mesa com tampos de vidro pintados pelo artista, além de poltronas, cadeiras e sofás. Com a mesma ideia, os irmãos inauguram, na década de 1970, a Silon, que produzia objetos de design em formato de animais.



Continuando a trajetória do artista, a partir de 1959, o movimento é levado para o campo tridimensional com a criação de obras em que campos eletromagnéticos acionam pequenos objetos colocados em caixas fechadas.


Iniciada em 1962, a série Progressões traz obras confeccionadas com materiais como madeira, cartões, cordas e poliéster que, dispostos em faixas, compõem efeitos óticos.


Os Objetos Cinéticos são esculturas de arame, formas coloridas e fios que se movem acionadas por motores e eletroímãs, nascidos em 1964.


Atualmente o “artista inventor”, consagrado por sua arte que une tecnologia e originalidade, segue com a produção de obras em seu ateliê, porém,  de acordo com o próprio, trabalhando menos horas do que antes.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Páscoa, tempo de renovação



Quando ouvimos falar em Páscoa inevitavelmente vem a nossa mente o famoso coelhinho da Páscoa e os deliciosos ovos de chocolate. Mas, você sabe o que esses dois elementos representam?

Tanto o coelhinho como o  ovo de Páscoa representam o nascimento e a esperança da vida. Para o Cristianismo, o renascimento e a esperança da vida eterna estão  relacionados à Ressurreição de Jesus, celebrada no domingo de Páscoa.

Neste dia, muitas famílias se reúnem para um belo almoço, onde acontecem as trocas de ovos e outros presentes. Um dos pratos principais neste dia é o bacalhau que aparece em variadas receitas.

Então, não perca tempo, celebre este dia com sua família!!! Se precisar de uma ajuda com a decoração, dê uma passadinha no Brechó Charisma, temos diversos aparelhos de jantar, talheres e taças para deixar essa comemoração ainda mais especial!

E, se o assunto for presentes, confira as opções que você encontra no Brechó Charisma:

Simpático coelhinho em biscuit fabricado na Dimontti nos anos 80.
<< Compre aqui>>


Para aqueles que amam uma decoração com um toque vintage, temos este icônico baleiro de vidro, datado dos anos 50 em formato de coelhinho. Compra perfeita para esta época do ano!

<< Compre aqui >>


Outra opção surpreendentemente encantadora, é este Coelho porta-ovos de Páscoa em biscuit. Um presente diferente que dará um toque especial ao tradicional ovo Páscoa. 

 

<< Compre aqui >>

Gostou das nossas dicas? Então venha nos visitar e deixe sua Páscoa ainda mais especial!