sexta-feira, 28 de junho de 2013

História da marca Eberle


Quando você adquire uma peça no Charisma, está levando também um pouco de história. Nesse post trazemos para vocês a história dos faqueiros Eberle.

Giuseppe (José) Eberle e Luigia (Luisa) Zanrosso chegaram ao Brasil em 1884, na primeira leva de imigrantes italianos e se instalaram na serra gaúcha, na cidade de Caxias do Sul. Vieram com eles seus quatro filhos, entre os quais Abramo, de quatro anos, o segundo da prole.

José Eberle abriu uma pequena funilaria, mas quem cuidava do negócio era Luisa, conhecida na colônia italiana como Gigia Bandera. O pequeno Abramo ajudava a mãe. Logo aprendeu o ofício e descobriu sua vocação. Quando o pai resolveu vender a funilaria para concentrar todo o esforço da família na agricultura, Abramo se propôs a comprá-la. Tinha apenas dezesseis anos.

Em 1906 Abramo Eberle havia ganhado em São Paulo. Entre 1923 e 1928 foi instalada a primeira forjaria, com a fabricação de peças forjadas, lâminas para facas, espadas e espadins para as forças armadas. Antes disto não se sabe exatamente de onde vinham as lâminas das primeiras facas da Eberle, mas se sabe que a Eberle por vários anos usou lâminas da afamada cutelaria Joseph Rodgers de Sheffield.

Por volta dos anos 40 já temos conhecimento de facas e canivetes da Eberle com lâminas de INOX, este material foi adotado como sendo uma evolução, já que a lâmina nunca enferrujava, nunca perdia o brilho.

Faqueiro em prata 90 - Eberle no estojo.
VENDIDO
R$1.580,00
128 peças.
Perfeito estado de conservação.
Faltam 2 peças de servir.
Faqueiro em prata 90 da marca Eberle
Década de 60.
Acompanha o estojo original em peroba do campo.



Fonte: Facas Riograndenses




4 comentários:

  1. Tenho um cinzeiro eberle muito bonito como amo peças antiga resolvi pesquisar sobre o cinzeiro eberle eu achei ele enterrado e estou recuperando a peça ele é redondo e tem folhas grandes espigas de milho e caicho de flores muito bom o estado da peças queria saber mais sobre esta peça e valor

    ResponderExcluir
  2. Tenho um cinzeiro eberle muito bonito como amo peças antiga resolvi pesquisar sobre o cinzeiro eberle eu achei ele enterrado e estou recuperando a peça ele é redondo e tem folhas grandes espigas de milho e caicho de flores muito bom o estado da peças queria saber mais sobre esta peça e valor

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante a história da Eberle, tenho aqui um lindo cinzeiro dá marca.

    ResponderExcluir

4 comentários:

  1. Tenho um cinzeiro eberle muito bonito como amo peças antiga resolvi pesquisar sobre o cinzeiro eberle eu achei ele enterrado e estou recuperando a peça ele é redondo e tem folhas grandes espigas de milho e caicho de flores muito bom o estado da peças queria saber mais sobre esta peça e valor

    ResponderExcluir
  2. Tenho um cinzeiro eberle muito bonito como amo peças antiga resolvi pesquisar sobre o cinzeiro eberle eu achei ele enterrado e estou recuperando a peça ele é redondo e tem folhas grandes espigas de milho e caicho de flores muito bom o estado da peças queria saber mais sobre esta peça e valor

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante a história da Eberle, tenho aqui um lindo cinzeiro dá marca.

    ResponderExcluir