segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Painéis de Nilton Bravo são destaque no Jornal O Globo e podem ser encontrados no nosso Brechó


O artista plástico Nilton Bravo, nos anos 50 e 60, foi o artista plástico mais presente no dia-a-dia do carioca. A boêmia noite carioca e seus bares estampavam as telas do pintor que foi chamado por Carlos Heitor Cony de "Michelangelo dos Botequins". 

Bar Jobi, Leblon


- Quando fiz a minha primeira obra, em 1962, preparei a parede para receber o mural do Nilton Bravo. Todo barzinho precisava ter. Se não, não era botequim - lembra o português Narciso Rocha, dono do Jobi, no Leblon.

Restaurante Sirio e Libanês, Centro

Com o desgaste do tempo e fechamento de alguns bares da cidade, apenas 17 estabelecimentos no Rio exibem a obra do artista, que tem inclusive duas obras tombadas pelo IRPH (Instituto Rio Patrimônio Humanidade).

Sua história e obras foram destaque na edição de ontem do Jornal O Globo. Confira aqui.

O Brechó Charisma conta com duas obras à venda desse gênio das telas. Veja! 





0 comentários:

Postar um comentário

0 comentários:

Postar um comentário